terça-feira, 13 de abril de 2010

13/04/2010




Como ser reconhecido.


Durante toda a bíblia vemos Deus firmar alianças com seu povo e como esse povo de tão infiel vai andando em uma “Montanha Russa” no relacionamento com Deus, em um vai e vem sem fim, trazendo para Ele muito sofrimento, exílios e tudo que nós vemos no antigo testamento. Mas o que isso tem a ver com o tema do texto? Em minha opinião tudo, pois o povo Israelita era reconhecido por Deus em Abraão pela circuncisão da sua descendência, lei que acaba em Jesus ( O sacrifício perfeito). E ainda no antigo testamento vemos inúmeras formas de Deus reconhecer seu povo, através da aliança firmada com David (E a sua descendência no trono), tirando o seu povo do exílio e mandando-os novamente para Jerusalém com Neemias e etc. Podíamos citar todos os exemplos aqui (que sem dúvida são muito numerosos), mas vamos nos apegar apenas a usá-los como “base” de um início de texto para algo que ouso propor ser “Mais além”.


Como você é reconhecido Hoje por Deus?


Como você HOJE é reconhecido por Deus? Ou melhor, como seria você CRISTÃO dito praticante, reconhecido por Cristo quando Ele voltasse? Muitas pessoas confiam tanto na dita “salvação permanente” que não levam em conta inúmeros e inúmeros textos bíblicos do novo testamento em que Jesus, que deve ser nosso foco, fala sobre COMO NOS MANTERMOS NO CAMINHO e COMO PROCEDER na nossa vida diária para buscar ser reconhecidos pelo Pai. Aqui vou usar dois textos:


“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura se colhem uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.” (Mt. Cap. 7 vers. 15-20 )


Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado. Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. (João cap. 15 vers. 1 – 8)


Como podemos entender esses textos? Na minha visão creio que a forma correta de se interpretá-los é de que não existe outra forma para sermos reconhecidos como servos de Cristo a não ser nossos frutos, pois Jesus mesmo diz que não há ramo que estando nELE não frutifique. Muitos vão pensar “Que tipo! Meu chamado não é missionário e eu sou de Jesus sim! E bla bla bla”. Queridos amados do Senhor, me prevenindo desses escândalos permitam-me esclarecê-los. Não quer dizer que você por não dar frutos irá para o inferno e etc. Porem é de se pensar que a fé daquele que não tem frutos pode estar baseada em uma religiosidade em cumprimento de leis das doutrinas de suas igrejas, que é justamente o que Jesus vem combater e derrubar, O FARISAISMO, portanto gentilmente convido-o a repensar sua situação em Cristo como salvo, através das coisas que Deus diz na bíblia sobre essa situação, e que a IGREJA deve ser nosso instrumento para seguir O CAMINHO QUE É CRISTO e não o inverso.


Não tendo mais pormenores continuemos. Jesus diz que ao “produzirmos frutos que permaneçam, o Pai vem, limpa e começamos o ciclo novamente”, eu particularmente gosto muito dessa parte, pois me conforta saber que não temos um “ciclo” apenas enquanto discipuladores da palavra de Cristo e sim uma continuidade até os nossos últimos dias aqui na terra em levar o evangelho a quem necessita ouvi-lo e que isso já nos é um dos inúmeros chamados feitos ao servir a Jesus. Creio que aquele que tem Cristo como Senhor da sua vida, recebe do Espírito Santo, direcionamento e oportunidades de frutificar, pois o Espírito Santo é o que testifica a palavra e dá o entendimento e não nós mesmos, sendo assim, somos direcionados a sempre falar de Jesus em todos os lugares, para todas as pessoas, usando da sabedoria e discernimento nos dado pelo Espírito Santo que achando ousadia e coragem em nosso coração para fazer a sua vontade provocará uma festa sem fim no Céu das almas salvas através da sua vida amado.


Essa era a palavra que eu tinha para compartilhar com vocês hoje, espero estar muito melhor coerente que o último texto, pois o mesmo é reflexo da última semana que passei correria e cansaço que fazem com que esse cristão aqui às vezes não consiga manter uma coerência nas idéias que o Senhor vem me trazendo.

Um grande abraço e beijos.

Que a Paz do Senhor Jesus Cristo seja com cada um de vocês.

Julio Cesar Perbichi

quinta-feira, 8 de abril de 2010

08/04/2010




LIBERDADE o que significa?

“A vida de um ser humano é uma constante batalha entre o que ele acha que é correto e o que é realmente correto, porem tudo depende de um “ponto de vista”, ou melhor, uma forma de viver a sua vida e se ter um JEITO CORRETO para isso. Muitos questionam a necessidade de se ter um “método” ou um “estilo” para se viver e a utilidade dos mesmos, mas não questionam o porquê de querer fazer isso. Essa necessidade intrínseca do ser humano em se “desprender” das coisas que o “prendem” da sociedade é no fundo uma necessidade egoísta, formada no nosso EU para nós MESMOS e no final das contas quando fazemos acontecer essa tão sonhada “libertação”, nos vemos presos ou encolhidos em um canto do mundo que escolhemos para viver (que não deixa de estar entre tudo àquilo que “não queremos”). Não estou aqui defendendo a necessidade de ninguém em viver segundo as leis ou etc. (...)”.

Bom, eu olho para essa introdução de texto que eu mesmo escrevi e penso várias coisas. O que é ser livre? O que é ter uma “liberdade”? Eu não consigo ver isso em nenhuma formula cientifica que me foi apresentada até hoje. Não tenho medo ou vergonha de falar que hoje eu entendo o que é ser livre, para muitos que cursam Ciências Sociais comigo isso é uma ofensa ao intelecto humano o que eu discordo, pois se nós seres humanos ditos providos de “inteligência”, “razão” e seu produto a “ciência”, não conseguem “consertar” o mundo ou pelo menos dar um “jeito” nele, como posso eu achar que seria ou é uma ofensa falar que JESUS ME FAZ LIVRE, quando ele se mostra tão real na minha vida? E na vida de muitos outros? Se você tiver um mínimo de discernimento lendo esse texto agora, percebera que quando falamos do pensamento humano endurecido por sua “razão” tudo fica muito cheio de “aspas”, pois somos reféns da incerteza constante dos seus cálculos, reflexões e postulados. Muitos podem dizer também, “mas e você com esse pensamento metafísico, esses sentimentos e sensações e coisas que você chama de milagres ou seja lá como você os chama, são gerados pelo inconsciente coletivo de quem pratica essas coisas com você e bla bla bla. E Jesus morreu e não ressuscitou isso é impossível burro” . Eu não coloco o dedo na cara deles e falo que estão errados ou isso ou aquilo, você ganha as pessoas no amor e no respeito, pois AQUELE que me enche de certeza, morreu em obediência a vontade do Pai, não só por mim, mas também por esse que fala isso para mim e por tantos outros, mas que possuem crenças e valores e etc., portanto me cabe é ser fiel a Deus honrando o sacrifício de Cristo seguindo o que Deus em carne na terra pediu para que nós fizessemos.

“E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.” (Marcos. 12:31)

O entender o sentimento de liberdade em Deus é a maior benção que um Cristão pode receber, e isso ta ligado diretamente influencias que você esta sujeito no dia a dia, já comentei em outro texto aqui no blog sobre influencia e gostaria de retomar uma pequena coisa aqui, sobre como não nos deixar influenciar. Estamos todos os dias sendo bombardeados com vários e vários argumentos do “Porque não acreditar em algo maior” ou “Porque o SEU DEUS é diferente do resto” e etc. o que devemos ter em mente são nossas experiências com Deus, nosso foco é Cristo e tudo aquilo que vier para nos desvirtuar do caminho deve ser podado, confrontado com a palavra e posto ao fogo, seja amizades, vontades, ego, o que seja que nos faz caminhar contra a vontade de Deus para nossas vidas. Dito isso acredito que fica claro a questão de que por mais que falem ou questionem e te coloquem contra a parede, não podemos nos deixar levar por essas influencias e sim influenciar com o amor de Cristo a todos ao nosso redor, pois essa é a nossa liberdade. A liberdade de viver de acordo com algo maior, com a certeza de onde eu vim e para onde eu estou indo, com objetivos e sonhos, com desejos e vontades, mas não mais minhas e sim do próprio Deus que nos lavou com o sangue do cordeiro e nos fez livres para trilharmos caminhos de certeza em meio a esse mundo tortuoso e cheio de labirintos para levar as pessoas à perdição.

O sangue de Jesus é a nossa chave para os grilhões que nos prendem, é a seqüência necessária para abrir o cofre com a benção do caminho divino, que é seguir em direção a vida eterna. Não mais somos presos a costumes e regras que nos tornam legalistas (colossenses 3), somos sim presos ao que Deus nos coloca no coração, o que o Espírito Santo ministra em nossos corações. Que você possa usufruir dessa liberdade e dividi-la com quem te ofende, quem te agride e quem te faz sofrer, mas que também haja ousadia no seu coração para dividi-la nos lugares em que você vive diariamente e que “respeitam” sua escolha, porem não tem a mesma liberdade que ti. Faça de Jesus o motivo do seu sorriso quando te perguntarem o porquê sorri, quando chorar procure consolo NELE, quando estiver sem pessoas ao seu redor, saiba que não esta sozinho, pois você já é livre e naquele que é LIVRE, O ESPIRITO SANTO HABITA, POIS JÁ NÃO HÁ ACUSAÇÃO CONTRA OS REMIDOS COM O SANGUE DO CORDEIRO. LIBERDADE É TER OS PECADOS APAGADOS E ESTAR NOS CAMINHOS DO SENHOR. Creia e fique firme querido e Deus mostrará a ti a sua grande provisão e firme mão sobre a sua vida.

Que Deus abençoe a vida de cada um de vocês que por muitas vezes ficam chatiados comigo, por eu demorar a escrever aqui, mas peço perdão e que entendam a vida desse cristão, que anda corrida e focada em tantas coisas, que acabo sendo relapso com o blog. Muito obrigado por todo o carinho.

Beijos e abraços com muito amor.

Julio César Perbichi.

sábado, 6 de março de 2010

06/03/2010



O que eu faria sem VOCÊ?


Eu falo e falo e falo a todas as pessoas que me perguntam algo sobre a minha vida, de como Cristo mudou tudo e etc. As vezes entendem, as vezes não. Umas rebatem, outras não. Quem me conhece a mais tempo vê nitidamente várias diferenças, mudanças (na cabeça delas e, as vezes, até na minha) realmente drásticas, mas eu me pergunto e EU entendo? Eu consigo compreender? Eu faço valer desses momentos? E gostaria de compartilhar com vocês mais esse pensamento.


O que significa mudar de vida? O que significa eu ter largado drogas, álcool, cigarro, sexo sujo, e toda a vida doida que eu sempre levei? Isso não significa nada se eu olhar para isso e meu EU estiver no centro disso tudo, a minha saúde, o meu “Eu interior”, MEU futuro promissor, ou qualquer coisa que EU ou as outras pessoas achem que EU realmente signifique. De “Bem feitores”, o mundo esta cheio de “boas idéias”, de grandes planos, de um “modo de vida digno”, mas eu realmente penso DO QUE ADIANTA? O que adiantaria eu ter mudado de vida desse modo? Se o foco fosse EU? Continuaria vazio, me completando de um estilo de vida “limpo”. Deixe-me exemplificar para vocês. E se a minha historia fosse outra? Fosse como a da minha namorada (futura esposa né Lais? Haha), uma vida teoricamente direita, regrada, direcionada para um futuro promissor, não bebe, não fuma, não usa “narcóticos”, não odeia nem deseja mal a ninguém, não briga, enfim tem uma vida “perfeita”, e aí? Bom você deve estar percebendo aonde eu quero chegar com esses exemplos tão contrastantes, mas realmente não é o contraste que me preocupa. É a forma com que as pessoas vêem um estilo de vida como problema e o outro como “solução” do problema de uma vida “suja” e uma vida “digna”.


Pensa comigo o que vale realmente num testemunho? A sua força de vontade? O seu ímpeto de vir a Cristo? O QUE? Perceba que a última coisa que importa na SUA VIDA é você, pois se fosse você, tu não seria humano, seria perfeito. Coisa que não és (as palavras podem estar sendo duras mais resista continue lendo). Quando você testemunha uma mudança de vida seja da sujeira para o limpo, ou do dito “limpo” pela sociedade e direito, porém sujo e egoísta o que é o que mais importa? Parece ridículo ao falar (porque parece obvio), mas é JESUS CRISTO, é DEUS. E são nesses momentos que eu me pergunto

“DEUS quem sou EU para dizer que te encontrei? Que te achei? Que te escolhi? Porque o que eu faria sem você? Se não fosse o Senhor descer, viver como homem, me ensinar a viver e morrer por mim, ressuscitar em glória para que eu pudesse hoje sentir o Senhor e ver como Tú veio para me buscar? O QUE SERIA DE MIM SEM VOCÊ?”


E hoje, eu respondo a esta pergunta rindo, chorando, pulando, parado e andando. Pois quando eu ouço canções ou leio textos que tocam o meu coração para como eu vivo hoje, me sinto tão feliz que nenhuma lágrima minha nestas horas é de tristeza. Eu me sinto tão leve, tão feliz como se realmente pudesse voar, alcançar o mais alto céu como um pássaro que na nossa cabeça “é livre”. Então, hoje EU REALMENTE SOU LIVRE sei quem sou no Senhor. Saiba se colocar diante de Deus para que Deus possa operar na sua vida a vontade d’ELE, saiba que sem ELE tu não é nada literalmente.


Deus tem colocado no meu coração uma lição, a de servir, de que quando aprendermos a fazer as coisas para Deus, para os outros, amando-os e servindo a eles com a nossa própria vida, começaremos a ver o quão Deus é grande e prove realmente as nossas necessidades. Tenho como base a isso, quando Jesus diz que devemos ser servos se queremos um lugar no reino, pois aquele que abdica da sua própria vida achá-la-a.


Essa é a mensagem para vocês no dia de hoje. Espero que possam retirar o melhor de Deus para suas vidas não só desse texto, mas de tudo que Deus falar ao coração de vocês, VIVAM O MELHOR DE DEUS para as SUAS VIDAS.


Um grande abraço e beijo.

Julio Cesar Perbichi.

Ps: Valeu may por corrigir o texto. xD

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

22/02/2010





Amor uma linguagem “universal” ou não?.


Vejo muitas pessoas escrevendo textos e mais textos e discursos lindos sobre como o amor é a linguagem universal do ser humano o que eu não consigo entender é. Como pode-se falar de amor universal sem falar de Deus. Uma breve explicação do que NÃO é para mim parte disso, pois antes de qualquer coisa o amor não se encontra no abraçar, beijar, ou proferir palavras amorosas a alguém e sim no que realmente se sente na pureza do coração no momento em que se faz o gesto, essas coisas para mim não são exemplos do dito “amor” e sim muitas vezes dos sentimentos que nos enganam, pois amor para mim não significa “gostar muito” amor é único é uma palavra com significado próprio com sentido mais profundo do que qualquer outra, pois amor para mim significa o MEU DEUS.
Quando amamos alguém refletimos Deus nas nossas atitudes, por isso em minha opinião quando leio tantos textos com esse tema não consigo imaginar como vários não incluem Deus ou como vários deturpam o significado do amor o transformando em apenas gestos ou um simbolismo sem nexo com o contexto real do que ele o é. Deus é amor (isso não é chavão, isso é bíblico) 1 João cap.4 vers.8;

“Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.”

Então quando proferirmos a palavra “AMOR” no sentido a algo ou alguém que saibamos que o peso dessa palavra deve ser sentido em nosso coração, pois estamos literalmente proferindo uma palavra que deve condizer com nossa atitude para com Deus, esse amor imenso que Ele tem por nós que fez com que nos desse a Cristo Jesus e como diz em Isaias cap.53 vers.10;

“Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão”

Que possamos a partir do entendimento da palavra AMOR (agora sem aspas esclarecido o sentido da mesma) saber como usá-la e realmente expressar o que ela significa, pois só assim poderemos entender o que Cristo disse também “Ama a teu próximo como a ti mesmo” porque se Deus esta manifesto em sua vida e tu se ama, de dentro para fora o AMOR de Deus contagiara a todos ao seu redor e ai sim passa a ter um sentido universal, pois com um gesto, palavra, atitude resumindo em todo o seu comportamento ira se ver o grande amor de Deus não só por você mas pelo mundo todo. Reflita sobre essa palavra, medite nela e tire dela uma mudança de uso não só da palavra mas do que você pensa sobre o AMOR.

Um breve testemunho.

Deus confirmou palavras quanto ao meu ministério de louvor e etc. projeto de bandas e tudo mais no dia de hoje, no acampamento de carnaval Deus me deu uma direção de continuar tocando escrevendo e etc. mas ainda estava com receio no melhor estilo incredulidade (haha que pessoa boba mesmo depois de ver tudo o que Deus tem feito por mim ainda resta momentos tolos), porem Deus se mostrou misericordioso para comigo e confirmou colocando no coração de um brother da igreja que na hora do almoço hoje me aparece com uma Bag e diz “Toma vê o que tu acha disso, pois é teu” ele simplesmente sentiu no coração de me dar um baixo (claro especulou) e me deu exatamente o baixo que eu andava "cobiçando" um Shelter Sx HM. Haha Deus é maluco, porem FIEL aqueles a quem o amam, pois como diz o versículo que da base a esse blog (no cabeçalho) 1 cor. Cap 2 vers. 9.

“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.”

Que você também possa experimentar desse carinho e cuidado especial de Deus na sua vida também. E VIVA O LOUVOR AO PAI. Mas do que nunca um levita.
(agora vocês entendem o porque da imagem no inicio hehe SURPRESA).

Que a Paz, Graça e Gloria do Senhor esteja com cada um de vocês.

Beijos e abraços.

Julio Cesar Perbichi

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

16/02/2010



Liberdade real de escolha ou Influência degenerativa?
Influenciador ou Influenciado? VOCÊ ESCOLHE!


Chama-se de liberdade a vida nas nossas próprias escolhas, nas nossas próprias vontades e dos nossos próprios sonhos, mas como um aprendiz de cientista social no mínimo eu já sei (hoje) que suas “escolhas, vontades e sonhos” são desenvolvidos e estimulados pelo meio que você vive; com isso, o que chego a conclusão é que EU falando cientificamente, agora não sou “independente”, ou melhor, “auto-suficiente” nas minhas decisões e sim dependente diretamente das condições físicos-materiais ao seu redor e do material humano fornecido pelo seu meio e das idéias quais te cercam.
Eu to rindo escrevendo agora sabia? Porque provavelmente quando comecei a falar nesses termos você começou a pensar que não estava entendendo, que estava difícil demais, que a sua mente não consegue entender essas palavras rebuscadas. Agora eu te pergunto quantas vezes você para falar algo simples sobre Deus ou com Deus não usa mil e uma desculpas e aumenta seu vocabulário com palavras que você não usa cotidianamente e que você não tem costume de usar? A resposta meu querido é simples, você esta usando do seu meio ou do que ainda te influencia do mundo para sua conversa com Deus. Você está fazendo o que te ensinam a fazer amado, que é diretamente o que eu disse no início do texto. A influência sobre a tua vida do meio em qual tu vive é tamanha que a religiosidade é transmitida assim, as ditas “tradições” das comunidades são passadas muitas vezes não pelo sujeito ter uma vocação, ou por ele ter optado por isso, mas sim por ele ter sido criado no contexto de que aquilo é normal. E mais uma vez você deve se perguntar em um dos meus textos “Aonde que esse maluco quer chegar com essa conversar sem pé nem cabeça?”.
Eu quero chegar ao pensar de que até que ponto o seu meio vai o influenciar e fazer com que tu peques contra teu Deus. Até que ponto isso será justificativa para o seu coração? Deus diz na palavra: Mateus cap 5 vers. 13 ao 16.

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.”

E agora nós devemos ser os influenciados ou os influenciadores? Devemos nos apegar as nossas debilidades ou crer naquele que nos justifica e promete salvar não só a nós, mas nossa casa também? ( Atos 16;31 “E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” ) eu gostaria de te desafiar a colocar sua fé a prova e não se esconder atrás dos medos e receios, a ser ousado sim a testemunhar, a ganhar vidas para Cristo e ser o influenciador ao invés de ser influenciado a ganhar; e pregar a santidade ao invés de ser ganho e acabar pecando.

Eis o resumo de tudo isso que está escrito: NÃO importa em que meio você vive, ou com quem você anda, mas SIM se você é sal e luz nesse lugar. Se você é exemplo a ser seguido, se as pessoas ao seu redor vêem teu Deus, vêem a Cristo no seu caráter, na sua vida. Busque do Senhor e Ele te dará a direção necessária, com certeza.

Que a Paz, Glória e Graça do nosso Senhor Jesus seja contigo em todo tempo e em todo o lugar.

Um grande abraço e beijo.

Julio Cesar Perbichi.

domingo, 10 de janeiro de 2010

O que é fé? E no que ela se baseia?

A definição mais simplista de Fé seria dizer que é acreditar naquilo que não se vê e não se é palpável, porem apenas acreditar naquilo que não se vê é muito vago para nós cristãos porque não acreditamos em apenas em algo que não se vê ou não é materialmente palpável, eu não sei você, mas eu sinto o meu Deus eu vejo o meu Deus. Você me perguntaria como você pode ver e sentir Deus? Mas antes eu responderia você com uma pergunta também “Em que Cristo você tem acreditado? Em qual Deus tu tem se baseado para crer que Jesus é seu filho?”, pois provavelmente não é o mesmo Deus que o meu e você como a maioria (infelizmente) de cristãos de domingo diria “Que ultraje como assim você acha-se melhor do que nós?” não me acho melhor do que nenhuma pessoa mas o Deus em quem eu creio me prometeu Jesus Cristo (Is. 52. Vers. 13 a 15 e cap. 53 int.) que viveu como homem e nos deu o “manual” de como vivermos e alem disso morreu pelas nossas transgressões, ressuscitou e nos prometeu o Espírito Santo para que eu não mais vivesse separado do meu Deus e sim próximo, e o que isso quer dizer?

Isso quer dizer que o Deus em quem eu acredito esta ao meu alcance e que a minha fé não é baseada em algo que não vejo ou não sinto, pois eu sinto o meu Deus quando eu oro eu vejo o meu Deus agindo na minha vida mudando meus conceitos errados me curando de feridas me edificando e principalmente me fazendo cada dia mais próximo do caráter de Cristo, em plenitude de amor em abundancia de generosidade com meu próximo em disposição para fazer aquilo que ELE quer que eu faça vivendo em santidade. Para mim isso é fé, crer em um Deus vivo que me amou de tal maneira que sacrificou seu filho para que eu pudesse senti-lo, ama-lo, enxerga-lo e toca-lo.

E eu te pergunto JÁ SENTIU DEUS HOJE? Se não peça a ELE e ele o tocará e fará sua vida diferente hoje, amanhã e sempre. Eu convido você a ser uma CANETA nas mãos de Deus e ter fé que através da sua vida mais pessoas possam também ter fé em Cristo Jesus e senti-lo, ama-lo, enxerga-lo e toca-lo.

Um grande abraço.

A paz do Criador seja com vocês.

Julio César Perbichi.




sexta-feira, 16 de outubro de 2009

16/10/2009




E Deus não fala na palavra que é abençoado aquele que espera no Senhor?

Tudo Depende da sua fidelidade e FÉ.

Publico tão amado desse Blog, sabem que eu amo cada um de vocês não? Por conta disso que me disponho aqui para escrever esses posts para vocês, por que se eu amo vocês imagina Deus? Que é o principal motivo desse blog existir hoje em dia. Hoje mal consigo entender o motivo por qual escrevo se é euforia, alegria, vontade, tudo isso junto de uma enorme vontade de gritar – DEUS EU TE AMOOOOOOOOO. E acho que é por conta disso que apenas tenho uma palavra para dar aqui e tentarei ser o mais breve possível para descrever essa semana de bênçãos sem igual na minha vida, pois o MEU DEUS esteve comigo em todo momento e em tudo ele esta, sem mais ao texto.

O ultimo texto se intitulava “Por que esperar?” e dentro dele tínhamos uma dissertação sobre o porque esperar em Deus e como a vitoria vinha ao amanhecer e como confiar no senhor de todo o coração era importante para transpassar as dificuldades que encontramos e etc. E não é que em uma semana daquele texto escrito e vivido a maioria das questões do meu coração foram respondidas? É, Deus é maravilhoso e vou contar para vocês como e a palavra que Deus colocou no meu coração para sustentar o texto de hoje.

“Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho. Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele” (1°Coríntios Cap.3 Vers.7 a 9).

A partir dessa citação de Paulo ha Coríntios eu tiro a seguinte conclusão, nosso trabalho é confiar, orar, perseverar e continuar em frente sem olhar para trás por que o galardão do que trabalha na fidelidade a Deus é a retribuição do Pai pela sua fé, porem devemos observar muito bem o que edificamos sobre o fundamento de Cristo Jesus em nossas vidas, pois como diz na palavra o “sábio edifica sua casa sobre a rocha (Jesus Cristo) e não sobre a areia”. Sendo assim lavouras de Deus, geração santa, se caminhamos segundo a vontade do coração de Deus sabemos estar trilhando o caminho do Pai.

Pegando por base a analise dessa citação feita acima vejo minha semana assim (que por conta do feriado começou terça feira); logo no 1° dia fui para a igreja como de costume ajudar no som e projeção etc no culto da tarde e após o culto fui conversar com uma das bênçãos da nossa igreja a Ermelinda (já citada em textos anteriores) líder do ministério de libertação e conversa vai conversa vem termina a conversa ela ora por mim e profetiza que nessa semana Deus faria coisas tremendas ainda na minha vida responderia as questões quanto as confusões lançadas pelo inimigo quanto as senhoritas, emprego e etc. resultado? Nem sei por que momento começar. Bom na mesma noite eu já resolvi o problema com todas as situações incomodas das senhoritas, quarta-feira fiz uma prova guiado totalmente pelo Espírito Santo e alem disso recebi a noticia de que na quinta saberia a resposta de uma proposta de emprego e na quinta comecei a trabalhar em um lugar que para mim é perfeito numa escola de musica (quem me conhece sabe o quanto eu gosto disso. Deus é perfeito) e hoje to aqui escrevendo feliz da vida compartilhando com vocês essa semana abençoada firme na palavra na vontade de Deus para a minha vida e confiando 100% no Pai.

Então caros leitores sigam firmes no senhor, seja a lavoura de Deus, firmem-se na rocha porque o Pai esta junto de vocês a todo instante confiança no Senhor sempre.Que Deus abençoe a vida de cada um de vocês meus queridos.

Graça, paz, beijos e abraços.

Julio Cesar Perbichi

Dica de Som:http://www.myspace.com/braddigan

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

08/10/2009


Por que esperar?


Acordei certo dia –para variar atrasado- e correndo me vesti, escovei os dentes, passei uma água no rosto, engoli um pão (sem nem sequer sentir o gosto do mesmo) com uma xícara de café fria e corri, pois eu estava atrasado para aula na universidade e enquanto caminhava para o ponto de ônibus de costume fui em mente louvando ao Senhor orando pedindo pela minha casa, meus parentes, meus amigos e o que vinha a minha mente. Feito isso continuei louvando porem apenas em cânticos. Entrei no ônibus, quase que sem perceber o mundo ao meu redor, continuei numa sintonia com o senhor, mas volta e meio atrapalhada por olhares insinuadores (sim eu canto com as musicas, sim eu falo "Jesus" em publico) de pessoas que se perguntavam o “por que do sorriso matutino” o “por que dessa pessoa estar parecendo tão bem” como uma colega de classe no mesmo dia me perguntou “- Como é que pode isso plena segunda-feira de manhã e você ta dando risada ai pia tu tem problema?”. O estranho de tudo isso é pensar que há algum tempo eu estava seco, frio, esperando alguma coisa acontecer, desesperado em muitos momentos por conta de sonhos, situações dentro de um deserto que parecia não ter fim agora eu estou muito bem, feliz, e por quê? Sinceramente não tenho duvidas quanto aos por quês e vou compartilhar com vocês também um pouco disso.

Enquanto passava por esse “deserto” a única coisa que eu escutava de meus lideres seja na célula, intercessão, as conversas com a sábia Ermelinda (o benção na nossa igreja) todas as palavras eram de “Espera em Deus Julio, espera, Deus ta preparando o caminho é provação” e ai vinha palavras como Provérbios Três vers.5 que cheguei a decorar e diz assim “Confia de todo o teu coração no Senhor e não estribes no seu próprio entendimento” e isso me ajudou de uma maneira que não tem explicações racionais, pois mesmo aos trancos e barrancos uma calma tomou conta de mim e há uma semana por ai fui invadido por uma constante alegria e dias melhores e melhores e melhores. O resultado final, essa alegria toda sabe? Veio da força que Deus me deu de Ele me manter firme esperando, porque esmoreci várias vezes fiquei mal durante um dia inteiro, me sentia como Elias na caverna “Oh Deus to sozinho, ninguém ta comigo” enquanto Deus escutava tudo isso deixando Elias falar o que bem entendia,escutava o seu “Desabafo” Ele o nosso Deus já tinha a resposta pronta a dar a Elias lá em Reis dezenove vers.15-18, onde os sete mil que não haviam se prostrado diante a Baal e estavam firmes no Senhor prontos a ajudá-lo, e foi assim comigo. O Pai levantou pessoas para me socorrer me manter firme em Jejum e oração para um propósito que era me amadurecer na fé e confiar nele 100% se tu ta passando por momentos de dificuldade em que anda difícil até de se concentrar em alguma coisa, ora pede firmeza a Deus para que ele te alimente para que você não esmoreça, pois se hoje é noite a partir de agora ao terminar esse texto pode amanhecer na sua vida e amanhã alguém possa perguntar para você também o que você tem que anda “tão bem” nas coisas que esta fazendo.

Espera em Deus queridos é a melhor coisa a se fazer.

A graça e paz estejam com vocês um beijo e grande abraço.

Julio Cesar Perbichi

Entre em contato mande um email =).



sexta-feira, 2 de outubro de 2009

02/10/2009



Olá meus queridos leitores.

Sei que devo explicações pela falta de postagens novas aos que sempre incentivaram e que acompanham esse misero aprendiz de literato desde o inicio da sua aventura através das palavras antes mesmo de voltar aos braços do Pai enquanto perambulava encaixando palavras em sonetos e decassílabos repletos de uma influência negativa e corrosiva da alma encardida pela vivência desse mundo que nos cerca. Bom sem mais um segundo de demora gostaria de explicar o que aconteceu, estava um pouco desanimado quanto a escrever e publicar não devido à baixa “volta” que poderia receber, pois quem acompanha sabe que para a honra e glória do senhor esse blog tem uma popularidade muito boa, mas realmente a questão da minha própria literatura que estava se transformando em uma base diferente do que estava querendo, mas Deus tocou meu coração e estou aqui para publicar mais uma vez para Honra e Gloria de Cristo. E uma novidade aos meus queridos leitores é a de que esta em oração um livro qual a idéia já tenho apenas preciso de um “aval” para começar a escrever, feito os informes passemos ao texto tenham uma boa leitura e que possa ser edificante as experiências compartilhadas.

Deus nos deu livramento de nós mesmos.

Conversando alguns dias atrás com um companheiro da minha congregação entramos em um assunto que para muitos cristãos é TABU¹, a questão da sexualidade e desejos da carne. Esse assunto é um assunto que gera em muitos constrangimento seguido de vermelhidão, porem quando estávamos conversando surgiu uma afirmação desse meu colega na seguinte maneira. –“ Deus não retira o desejo da pessoa ele ajuda a pessoa a controlar-se”. Argumentamos conversamos e eu sinceramente fiquei pensando muito sobre isso e fui tocado pelo Espírito Santo a dissertar sobre isso nesse texto e compartilhar com vocês o conforto da palavra que me foi dada.

Começarei usando a palavra no seu livro de “guerra” mais assíduo e agudo no assunto, Paulo diz em efésios 6:12 “Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” tendo isso como verdade em minha vida eu pergunto por que deveria EU me preocupar com o desejo da minha carne ou simplesmente dar atenção a isso se não é contra isso que devo lutar? Seguindo essa linha de pensamento eu arrisco em dizer que se oramos e pedimos a Deus que não tenhamos esse desejo com toda a certeza Deus nos livra de nós mesmo de sentirmos esses desejos que nos fazem pecar ou pelo menos vontade disso, porem se estamos fracos na fé não exercitando assim creio que as tentações vêem pelo nosso erro de não alimentarmo-nos da palavra do senhor e de orar e etc. Então meu irmão e irmã se você tem tido problemas com relação a esse tema procura uma maior aproximação com Deus aumente sua intimidade com o Pai porque quanto maior sua intimidade com o Pai maior é o entendimento do propósito de Deus pra sua vida.

Portanto meus queridos irmãos, Deus não te deixa a ti a mercê de desejos muito pelo contrário Deus proporciona oportunidades do pouco para que tu venças as tentações e obtenha o muito dele assim sendo “Deus não da provação maior do que você possa resistir” eis uma frase que na igreja é praticamente um clichê, mas que no seu sentido na palavra é muito forte e intensa. Viva a benção e a graça de estar salvo de você mesmo do “homem natural” como diz Paulo em coríntios, pois tu estas salvo pelo sangue do cordeiro santo aos pés na cruz leve seu agradecimento diário por isso e que seja em sua vida muito mais do que palavras mais sim atitudes diárias de um cristianismo real, verdadeiro sem hipocrisia.

A graça e paz estavam contigo.

Um grande beijo e abraço.

1- O sentido de tabu a qual me refiro é ligado à linguagem em que o ato de descrever com palavras os desejos mais íntimos sexuais é reprimido em larga escala dentro das congregações em sua maioria, transformando as palavras ou assuntos em um contexto mais amplo em um TABU propriamente dito. Usando aqui a definição de Leach E.R. para o mesmo.

Julio Cesar Perbichi